Inteligência artificial, aprendizado através de máquinas e Big Data

Como a inteligência artificial pode trazer vantagem e aumentar a eficiência do engajamento dos clientes no Varejo.

A industria do varejo está enfrentando uma grande mudança que se tornou um paradigma, que é como os clientes selecionam e compram seus produtos. Os varejistas estão tendo que se adaptar a cada inovação e estão sendo forçados a entrar no mundo online. Além de mudar o canal, estão tendo que rever como eles utilizam os pontos físicos de venda.

O número de lojas fechando em grandes redes do varejo aumenta a cada dia o que pode nos dar uma impressão de um enfraquecimento do varejo. Porém, se você observar com mais detalhe, é o momento de virada e transformação da industria. A revolução digital começou com empresas como a Amazon e eBay que trouxe grandes desafios para as empresas do varejo.

Essa revolução demonstrou também que há uma grande mudança e busca pela otimização e eficiência, trocando o modelo de excesso e desperdício. O que nos faz lembrar do sistema “just in time” da Toyota, que causou uma grande revolução na industria automobilística. Todos esses fatores colocam uma necessidade ao Varejo, utilizar inteligência artificial, aprendizado através de máquinas e Big Data para que consigam otimizar o setor. Há uma grande necessidade de gerir e rastrear uma grande quantidade de itens dentre diversas categorias, rastrear hábitos de consumo, customizar os produtos para cada segmento de consumidor e manter as. marcas interessantes de forma que continue atraindo consumidores. Hoje em dia os consumidores querem estar com as últimas tendências, com o advento da internet a informação ganhou muita velocidade, além disso, os consumidores buscam cada vez mais conveniência, grande exemplo são as empresas de delivery e de transporte através de aplicativo.

Foi realizada uma pesquisa mundial com grandes marcas do varejo e foi identificado que as empresas buscam estes 3 itens através da inteligência artificial:

  • Reduzir Custos
  • Tomar decisões baseadas em dados
  • Automação de processos

 

Gerar insights tangíveis após a coleta de dados de múltiplos canais requer o uso de algoritmos e modelos para poder processar a grande quantidade de uso de dados, e para tornar as previsões e recomendações utilizáveis. Utilizar técnicas de ciência de dados como Análise Descriminate, reconhecimento de padrões através de algoritmos próximos e Deep Learning, são inúmeras possibilidades para aprimorar a classificação e previsão dentro do varejo e nos espaços de logísticas. 

Selecionamos 3 aplicações atuais da inteligência artificial no varejo:

  • Personalização e recomendação de produtos
  • Planejamento de supply chain
  • Otimização de preços e promoções para clientes específicos baseados em seu comportamento de consumo

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *