Na busca pelo aperfeiçoamento contínuo da sua empresa? Então esta ferramenta é para você.

Um processo é um conjunto de atividades inter-relacionadas ou interativas que transformam as entradas (inputs) em saídas (outputs), através do acréscimo de valor ao produto ou serviço. Simples, certo? Iremos explicar para você como utilizar o mapa de processos e identificar melhorias que trarão mais eficiência e resultados para o seu negócio.

O que é o Mapa de Processos?

É uma ilustração gráfica de um processo, como um fluxograma. Seu objetivo é documentar como o processo realmente opera, incluindo as etapas que agregam valor e também aquelas que não agregam. O mapa de processos é simples e de grande valia para documentar tudo que está ocorrendo durante as etapas de fabricação.

Com o mapa de processos é possível identificar:

  • Etapas que agregam e não agregam valor.
  • As principais saídas de cada etapa (produto em processo).
  • Principais entradas/parâmetros de processo (X’s).
  • Principais requisitos das saídas/entregas do processo (Y´s).

Como o Mapa de Processos pode me ajudar?

Os processo de uma empresa são compostos por várias etapas, assim como entradas e saídas diversas. Em meio a tanta informação, se não houver uma documentação formal de tudo isso, você pode se perder, e com isso cometer erros. Quem nunca esqueceu de fazer algo por que estava com a cabeça cheia? Funciona de forma similar num processo!

Ao colocar todas as informações num documento, algo visual, como o mapa de processos, você deixa sua mente mais tranquila para trabalhar e focar naquilo que é importante. Desta maneira você consegue ter uma visão melhor do todo e entender cada etapa e sua importância.

Outro ponto importante é que muitas das vezes imaginamos o processo de uma forma, e na verdade ele funciona de outra. Além disso, o mapa de processos informa qual é a forma correta de executá-lo, o que facilita a comunicação entre os envolvidos, facilita o planejamento de novos projetos e a otimização dos que já existem. 

Mapa de Processos

Para criar um Mapa de Processos , é necessário avaliar 4 parâmetros extremamente importantes do fluxo de trabalho, que são:

  • Parâmetro de produto/serviço final (Y maiúsculo): Uma variável que caracteriza o produto/serviço no estágio final.
  • Parâmetro de produto/serviço em processo (y minúsculo): Uma variável que caracteriza o produto/serviço nos estágios intermediários do processo.
  • Parâmetro de processo (x): Uma variável do processo, considerado uma entrada da etapa do processo que pode afetar o resultado, ou seja, o desempenho do produto/serviço que está sendo produzido.
  • Classificação do parâmetro de processo (x): classificar cada variável como controlável ou ruído.

Dessa forma, é possível perceber o processo detalhado como um todo, facilitando no entendimento das entradas e saídas, quais processos podem ser controlados ou não e onde pode-se pensar em melhorias. Caso você deseje otimizar processos e gerar mais resultados, entre em contato com a gente. 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *